Laboratório de Calibração

Técnicos altamente treinados, capacitados, e aprovados por nossos fornecedores

Nosso Laboratório de Calibração

Nosso laboratório de calibração para detectores de gás conta com técnicos altamente capacitados, treinados, avaliados e aprovados pelos fornecedores para executar atividades de calibração conforme procedimentos definidos no laboratório.

De acordo com o a Portaria n° 232 de 08/05/12 – Vocabulário Internacional de Metrologia (VIM), “calibração é o conjunto de operações que estabelece, sob condições especificadas, a relação entre os valores indicados por um instrumento de medição, e os valores correspondentes das grandezas estabelecidas por padrões”. Desta forma calibração é a relação entre o valor indicado pelo medidor e o valor do padrão de gás. Através desta operação, pode-se estabelecer o “erro de medição” do medidor de gás. No VIM, “erro de medição é definido como sendo a “Diferença entre o valor medido duma grandeza e o valor de referência”. Se houver internamente um critério ou limite de erro permissível para erro de medição apresentado e, caso o erro for superior ao limite, se faz necessário um Ajuste no Instrumento, ou seja, o “conjunto de operações efetuadas num sistema de medição, de modo que ele forneça indicações prescritas correspondentes a determinados valores duma grandeza a ser medida”. São termos que o mercado instituiu, baseados na definição de “verificação de um instrumento de medição” da Portaria INMETRO n° 163 de 06/09/2005 (Vocabulário Internacional de Termos de metrologia Legal), conforme definido no item 3.12: “Procedimento que compreende o exame, a marcação e/ou a emissão de um certificado de verificação e que constata e confirma que o instrumento de medição satisfaz às exigências regulamentares”. Interessante observar que o teste que o profissional realiza antes do uso do equipamento para verificar a condição de funcionamento do medidor de gases, confirmando a capacidade do instrumento em responder aos gases-alvo é conhecido como Teste de resposta/Bump Test e, em alguns casos, ambos os termos são utilizados no mercado como sinônimo de calibração. Este tema é polêmico, muitos profissionais tem dúvidas a respeito da periodicidade exigida para realização da calibração em laboratório, e as dúvidas surgem justamente pela norma regulamentadora, NR-33, não definir um prazo de retorno ao laboratório para nova calibração. No entanto, o Vocabulário Internacional de Termos de metrologia Legal define no item 3.16 a Verificação Periódica como “verificação subseqüente de um instrumento de medição efetuada periodicamente em intervalos de tempo especificados e segundo procedimentos fixados por regulamentos”. Portanto, a responsabilidade por assegurar que o equipamento esteja em condições de utilização (funcionamento de todos os recursos) é da empresa, segundo seus procedimentos internos ou recomendações do fabricante presentes no manual de instruções. Nesse respeito, entende-se que a responsabilidade pela definição do intervalo de calibração, aprovação dos resultados expressos no certificado de calibração e aprovação do equipamento para uso é da gestão da segurança da empresa, que através de seus procedimentos e política de segurança determina o intervalo de verificação e/ou calibração na análise da atividade, nos riscos envolvidos e no histórico das condições de trabalho.

Quando realizar a Calibração (Teste de Resposta ou Bump Test)? Se a periodicidade da calibração em laboratório não está determinada na Portaria MTE n° 202 de 22/12/06 (NR-33), o teste de resposta ou bump test está:

33.3.2 Medidas técnicas de prevenção: j) testar os equipamentos de medição antes de cada utilização; E também mencionado

Quando a norma fala: Testar os equipamentos de medição, ela está se referindo ao fornecimento de evidência objetiva da condição de conformidade do equipamento. Nesse respeito, cabe lembrar que “Teste” é uma palavra inexistente no VIM. Em metrologia, coerentemente a substituímos por “Calibração” ou “Verificação”, pois somente através destas operações podemos comprovar a condição de funcionamento do equipamento. E como proceder com a verificação do medidor de gases? Simples, basta utilizar um Material de Referência (Mistura de Gás) válido e com rastreabilidade assegurada. Importante: Para o caso da calibração, é necessário utilizar um “Material de Referência Certificado”, de forma a garantir a rastreabilidade das medições, conforme exigência do INMETRO (NIT-DICLA-030). Toda a vez que for utilizar o Monitor de Gases você precisa proceder com uma verificação/calibração. Só assim você estará seguro de que o equipamento está apto e preciso para realizar a leitura dos gases no ambiente e, que não haverá problemas ao liberar a entrada e trabalho nos espaços confinados (ou áreas com riscos similares).
Então, caso você tenha o Monitor de Gases, e ainda não tenha KIT DE CALIBRAÇÃO, não perca tempo, providencie logo o seu para atender a legislação vigente e trabalhar com segurança!

Rua Padre João, 444 - Sala 86

Penha de França

São Paulo - SP

CEP 03637-000

+55 (11) 3530-2850

+55 (11) 989-646-152

lel.ambiental

Segunda à Sexta: 08:30 - 17:30

Siga-nos

Newsletter

Contact Person Envie um WhatsApp!